Tel. +55 (11) 2676 9600 | vendas@turck.com

RFID para ZONA 2 e 22

Na fábrica de Burghausen, a Wacker está usando o sistema de RFID BL Ident, para detecção confiável em seus sistemas Ex com telas tumbler na zona 22

Dependendo da aplicação, o pó de dispersão deve ser fabricados em diferentes tamanhos de grão. Para garantir e documentar este processo, a Wacker, em Burghausen, têm identificado a largura de malha de suas telas tumbler com o sistema RFID BL ident da Turck, que também é aprovado para uso em áreas com risco de explosão. Com o bom resultado, a empresa está equipando as estações de acoplamento com este sistema.

  • Wacker equipou várias telas com a solução da Turck de RFID para a zona Ex poeira

  • Uma Antena Ex de leitura/gravação lê a largura de malha da tela, na etiqueta instalada na tela (esquerda)

  • Os dados das telas são fornecidos ao sistema de controle PCS7 via Profibus através dos módulos BL20 I/O

O local de produção mais importante está situado na fronteira com a Áustria, no chamado "Triângulo Químico Bávaro". A fábrica de produtos químicos cobre uma área de dois quilômetros, emprega cerca de 10 mil pessoas em cerca de 150 instalações, produzindo milhares de produtos diferentes. 

Em Burghausen, a Wacker produz pós de dispersão adicionados aos adesivos de azulejos, gesso, argamassas e outros materiais de construção para que sejam dadas propriedades particulares. Para produzir o produto final, um líquido é seco numa torre de secagem no final de seu processo. O pó resultante, em seguida, tem de ser vibrado por meio de uma tela antes que possa ser embalado. Isso garante que o produto tenha o tamanho de grão desejado.

A fim de aumentar a transparência e rastreabilidade na produção de pó de dispersão, a fábrica expressou o desejo para a detecção automática do tamanho da tela utilizada nas telas tumbler. "O tamanho de tela correto foi previamente medido manualmente por colegas na planta," explica Michael Holzapfel, engenheiro da fábrica responsável pela engenharia elétrica na divisão Construction Polymers. "A fim de excluir a possibilidade de erro humano, a tela utilizada para cada lote é medida automaticamente. Isso nos permite não só garantir a qualidade 100% do processo em curso, mas também um registro completo do processo".

Devido às condições ambientais particulares em Burghausen, a Wacker gradualmente evoluiu a ideia de usar uma solução de RFID. A solução, no entanto, teve de ser aprovada para uso na zona Ex. "A Turck era a única fabricante que poderia nos oferecer um sistema de RFID que está aprovado para zona Ex com poeira, para a Zona 22," descreve Holzapfel a razão original para a escolha do sistema.

Até agora, a Wacker equipou quatro telas tumbler com um tipo TNLR-Q80-H1147-EX, a antena de leitura e escrita aprovada para uso em zonas Ex 2 e 22. Todas as telas usadas foram equipadas com um tag modelo TW-R50-B128- EX, montado na borda da tela, diretamente sob uma cinta com a marcação ótica. A antena lê a largura de malha e passa os dados para o sistema de controle do processo através da rede Profibus, utilizando uma das três remotas BL20 de I/O.

Durante a instalação do sistema, um outro obstáculo teve que ser superado: "O bloco de função fornecido com o sistema RFID é programado para um Siemens S7 PLC e não para um sistema de controle de processo Siemens PCS7 como usamos aqui", explica Holzapfel. "No entanto, nossos especialistas em software trabalharam em estreita colaboração com Suporte da Turck, que adaptaram rapidamente o bloco de funções S7 para também trabalha com PCS7."

Select Country

Turck worldwide