Monitoramento descentralizado de estações de refrigeração com RFID

Sistema RFID e lógica descentralizada garantem alta qualidade de produção de chicotes de cabos

Na produção de chicotes de cabos automotivos, os componentes de plástico devem primeiro endurecer por um certo período de tempo antes que os funcionários possam alimentá-los para outras etapas de produção. Para garantir que os tempos de resfriamento prescritos sejam cumpridos, a Turck oferece uma solução fácil de instalar no local. As luzes da torre fornecem informações sobre o respectivo status do processo por meio da interação do leitor RFID e da interface compacta - e não dependem de um controlador de nível superior para isso.

Seus benefícios

  • Retroforma simples do sistema de controle
  • Informações no local sobre o respectivo status do processo
  • Exibição de status e rastreamento RFID garantem a qualidade dos componentes fabricados
     

  • Com o sistema no local, os funcionários mantêm uma visão geral dos processos de resfriamento

  • O antena de leitura e escrita RFID lê a tag e dispara um temporizador na interface

Definir temporizadores locais com ARGEE

Cada estação de resfriamento possui uma interface RFID TBEN-S2. Com o ARGEE, o software de lógica livre da Turck, cada módulo TBEN-S2 torna-se um Controlador lógico de campo (FLC). Isso significa que: No TBEN-S2, os usuários podem configurar facilmente um temporizador que é acionado por um suporte de chicote de cabos recém-chegado.

A antena de leitura e escrita detecta a etiqueta RFID do lote de produção

O RFID permite a troca de informações entre o lote de produção e o módulo FLC. Para isso, a anena de leitura/escrita Q80L400 HF lê uma etiqueta RFID fixada no suporte do chicote de cabos. Graças ao seu design oblongo, o leitor identifica as etiquetas de forma confiável - independentemente de como os suportes de cabos enroláveis ​​são colocados na estação de resfriamento.

Quando o número de identificação é detectado, o TBEN-S2 inicia um cronômetro e ativa uma luz de sinalização. A gestão descentralizada desta tarefa alivia o controle central.

Usando o ID exclusivo das etiquetas RFID, os sistemas de nível superior podem rastrear qual lote concluiu o processo pretendido e quais deles podem ter sido removidos da estação muito cedo.

Display de LED multicolorido indica o progresso do processo

Os funcionários podem identificar um processo de resfriamento em andamento, indicado por uma luz amarela da torre TL50. Se um suporte de chicote de cabos for retirado da área de espera - e, portanto, sob o leitor RFID - antes do planejado, a luz muda para vermelho, enquanto uma luz verde indica que o processo está concluído.

Com a lógica descentralizada na interface RFID, os fabricantes podem configurar um sistema que fornece uma exibição de status na área de trabalho direta. A solução RFID também leva em consideração requisitos de qualidade específicos para fornecedores - permite que eles localizem lotes de produção em sistemas de nível superior e registrem eventos de processo.

Select Country

Turck worldwide

to top