Parceria para Sistema de controle de Processo

Em estreita cooperação, Yokogawa e Turck desenvolveram linhas Profibus DP, com funcionalidade de parametrização a quente (HCIR)

Quando a substituição de um sistema de controle de processo em uma fábrica de produtos químicos foi necessária, os proprietários queriam uma solução à prova de falhas e redundante com a funcionalidade HCIR. Para atender a este requisito, a Yokogawa e a Turck trabalharam em estreita colaboração com os especialistas do cliente e desenvolveram uma solução personalizada a partir da qual não só o cliente se beneficia. A implementação especial foi agora disponibilizada em um produto padrão por ambos os fabricantes.

  • Duas estações I/O remotas EXCOM com Profibus e acopladores de segmento

O projeto de colaboração entre a Yokogawa e a Turck desenvolveram uma conexão redundante entre o sistema de I/O Remoto Excom e o sistema de controle de processo da Yokogawa Centum VP.

Otimização contínua do processo

O antigo sistema de controle de processo já estava mostrando sua idade e já não podia satisfazer as mais recentes exigências técnicas, como em relação às interfaces Profibus ou OPC. Quando a revisão regular da planta foi concluída, Sasol decidiu fazer uso da parada da planta para substituir o sistema de controle de processo existente. O sistema de I/O Remoto Excom da Turck, que já estava instalado em outras áreas, era para ser usado para conectar os dispositivos de campo na zona 1. O cliente tinha escolhido o Excom porque era a única solução de I/O remoto no mercado que poderia ser operado na Zona 1, em 230 Volts. Devido aos longos comprimentos dos cabos, soluções alternativas com base em 24 Volts requisitavam cabos com uma largura maior, a fim de compensar a queda de tensão.

A equipe responsável em fazer o start-up do novo sistema de controle elaborou um perfil de especificação claramente definida: uma conexão Profibus redundante para I/O remoto que deveriam oferecer a possibilidade de ser expandida através de cartões e também pela estação durante a operação em curso. Esta função de expansão online é conhecido nos meios especializados pelo termo "configuração à quente" ou HCIR.

Desenvolvendo o HCIR

"No momento da configuração, esta norma ainda não havia sido feita na pela organização responsável pelo Profibus. Com isso as soluções entre o sistema de controle e o fornecedor do sistema de I/O teve que ser desenvolvido individualmente", diz Holger Schneider, Especialista de Vendas na Yokogawa. Depois de um total de 15 meses de testes e implementação, o trabalho tinha pago todos os envolvidos: O cliente está se beneficiando hoje de uma solução que não estava disponível anteriormente no mercado. Yokogawa e Turck têm expandido sua gama de dispositivos para essas funções e criando valor adicional a partir desta aplicação. Como resume o Sr. Schneider, especialista de vendas da Yokogawa, não foi apenas devido ao especialista e conhecimento do produto pelos funcionários: "A cooperação harmoniosa e construtiva entre os especialistas do cliente e os engenheiros de aplicação da Turck e Yokogawa forneceram uma ótima solução com um rápido desenvolvimento. A química aqui foi muito boa."

Chamado de Tokushu, nome dado pela Yokogawa para soluções de software especiais em produtos padrão, agora fornece a Centum VP uma versão oficial do software para o sistema de controle, permite que os clientes Yokogawa possam executar seu sistema de controle de processo, juntamente com Excom em um sistema redundante e HCIR. Na Turck, o firmware adaptado se tornou parte da norma para o sistema de I/O remoto Excom. Agora, a comunicação redundante e HCIR via Profibus-DP são possíveis entre Centum VP e o Excom sem quaisquer problemas.

Select Country

Turck worldwide