Tel. +55 (11) 2676 9600 | sales-brazil@turck.com

UHF RFID no Centro de Distribuição de Alimentos

Com a construção de um centro de distribuição para a COOP na Noruega, a Turck e a Witron demonstram que a tecnologia RFID UHF também pode ser usada para curtas distâncias

O novo centro de distribuição varejista de supermercados COOP na Noruega foi planejado e implementado por especialistas em intralogística da Witron, ele é um dos mais modernos centros de distribuição na Escandinávia. A dimensão do armazém e a complexidade da tecnologia de identificação utilizada são a referência no setor. A Witron implementou um sistema combinado de identificação por código de barras e RFID usando a tecnologia UHF-RFID da Turck. Com o conhecimento de ambas as empresas, mesmo o crosstalk que ocorre quando várias antenas UHF vizinhas estão em operação, podem ser evitados. Benefício para o cliente: COOP pode fazer uso das tags UHF que a empresa já integrou.

  • As dimensões e a complexidade do centro de distribuição perto de Oslo oferecem muitos desafios únicos

  • As paletes de plástico vêm fábrica com uma etiqueta UHF

  • Antenas de leitura/gravação UHF

  • O LED indica o status da antena de leitura / gravação diretamente no dispositivo

  • O LED indica o status da antena de leitura / gravação diretamente no dispositivo

Processo de distribuição

O novo centro de distribuição varejista de alimentação COOP Norge Handel AS perto de Oslo, tem o tamanho de aproximadamente sete campos de futebol. As mercadorias chegam às prateleiras do "COOP-Logistikksenter" em paletes, descarregados e armazenados temporariamente nos estoques. Os paletes separados são descarregados de forma automática ou semiautomática e transferidos para containers ou bandejas. Além dos containers ou bandejas, os noruegueses utilizam dois tipos diferentes de paletes no centro de distribuição: paletes de plástico com tags UHF e paletes de madeira fornecidas no centro de distribuição com um rótulo de código de barras combinado UHF. O código de barras é utilizado para identificar a transportadora no palete de madeira. As bandejas e containers são igualmente identificados pelo seu código de barras.

Identificação combinada de RFID e código de barras

Uma exigência da COOP foi para testes particularmente detalhados. O cliente queria usar a tag UHF já integrada pelo fabricante nos paletes de plástico para a identificação. Isso economiza a instalação de sistemas de rotulagem, de outra forma, teriam de fornecer para todos os paletes com códigos de barras.

Durante a fase de planejamento, os especialistas da Witron examinaram atentamente a possibilidade de implementar a identificação UHF. O sistema exigia uma antena de leitura / gravação UHF em cada área de entrada das mercadorias, bem como cada ponto de passagem no sistema de transporte dos paletes - 250 no total.

Interface RS485 e a necessidade de antena controlável 

Além da necessidade da interface RS485, outro requisito eliminou a possibilidade de utilizar um grande número de diferentes antenas de leitura/gravação UHF para a aplicação: "a controlabilidade da antena foi um critério de seleção muito importante para nós, porque tínhamos que implementar uma grande comunicação de campo próximo na planta. Além de alguns outros fornecedores, esse recurso foi oferecido principalmente pela Turck", explicou Christian Fuhrmann, responsável pelo desenvolvimento da tecnologia de controle.

Filtros RSSI previnem interferências

Durante os testes, a Witron descobriu que o crosstalk ocorre se uma antena energiza uma tag que não é de modo algum lido. Esta etiqueta também pode então ser energizada por uma antena de leitura/escrita em proximidade e assim alcança uma gama que excede a quantidade máxima. Isso significa que as antenas de leitura/gravação recebem dados de tags muito distantes e que a potência de saída da antena não deve permitir que eles sejam acessados. "Nesse caso, conseguimos evitar isso configurando diferentes parâmetros na antena de leitura/gravação. Filtros RSSI podem ser usados ou você pode restringir o número de operações de leitura que a antena de leitura/gravação executa", explica Fuhrmann. O valor RSSI especifica a intensidade de um sinal. É usado para estimar a distância de um alvo. Ao definir filtros, os objetos a uma determinada distância podem ser excluídos das operações de leitura.

Select Country

Turck worldwide